16 dezembro, 2020

Como fazer um planejamento de comunicação para 2021

O ano já está terminando e essa é a hora das empresas montarem o planejamento de comunicação para 2021

Pensando no futuro e em como atingir as metas de vendas a partir da publicidade, por exemplo, as organizações devem começar a estruturar o planejamento que vai guiar a comunicação desde o início do ano até o final. 

Planejar quais serão os objetivos, estratégias de publicidade das organizações e quais serão as ações realizadas durante o ano é essencial para alcançar as metas comerciais da marca.

Com a delimitação de público-alvo, mensagens, campanhas que serão realizadas e em quais mídias elas serão veiculadas, fica mais fácil de seguir um cronograma mais assertivo para a publicidade das empresas.

Quer fazer um planejamento de comunicação bem completo para 2021? Saiba a seguir como montá-lo.

O que é planejamento de comunicação

O planejamento de comunicação de uma empresa é um levantamento realizado para definir as estratégias de marketing interno e externo que serão adotadas para alcançar as metas da instituição.

Ele pode ser realizado anualmente ou em períodos específicos, como três ou seis meses. Esse período varia de acordo com o objetivo da comunicação da empresa.

Se o propósito é realizar ações de comunicação o ano todo, por exemplo, o planejamento anual é o ideal.

No planejamento de comunicação é importante analisar os concorrentes da empresa no mercado, além de apontar quais são os pontos fortes e o que pode ser melhorado na própria instituição. 

A partir disso, os objetivos são definidos e as estratégias para a comunicação são traçadas. 

Pensando em obter o melhor resultado, o plano de comunicação também contém o público-alvo de cada objetivo da empresa e assim as mensagens que serão veiculadas nas campanhas são definidas. 

Por que fazer um planejamento de comunicação

Fazer um planejamento de comunicação anual de marca é essencial para pré-definir e programar com antecedência as ações de publicidade que serão realizadas durante o ano. 

As datas comemorativas importantes para a marca, como Dia das Mães, Dia dos Pais, Dia dos Namorados, Black Friday, Natal e outras épocas do ano que podem alavancar as vendas de uma empresa, precisam de campanhas definidas com antecedência para alcançarem o sucesso esperado.

Além dessas datas conhecidas por aumentar o consumo, o planejamento também antecipa campanhas de publicidade para épocas em que o número de vendas é menor. 

Como exemplo, pense que uma marca de beachwear sempre apresenta queda de vendas no inverno. Nesse caso, é interessante programar publicidades que podem atrair mais clientes nesse período. 

Com isso, todas essas ações já estarão definidas no planejamento de comunicação

Outra vantagem de realizar o planejamento de comunicação é definir o orçamento para todas as ações e, assim, calcular o investimento que será necessário para as campanhas de publicidade durante o ano.

Ideias para as campanhas publicitárias sazonais, como as de Natal, devem ser detalhadas no planejamento de comunicação. (Foto: Reprodução/Daily Billboard)

Análise de dados é importante para o planejamento

Para começar o planejamento de comunicação da empresa, é importante fazer uma análise de como estão as estratégias de marketing e quais são os resultados obtidos pela organização.

O método da análise SWOT é uma boa alternativa para identificar oportunidades e pontos da organização que devem ser melhorados para conquistar mais clientes ou fidelizar mais pessoas à marca, por exemplo.

Nessa investigação, a equipe de comunicação analisa fatores internos e externos que podem favorecer a organização. SWOT é a sigla em inglês para strenghts (pontos fortes), weaknesses (pontos fracos), opportunities (oportunidades) e threats (ameaças). 

A dica é montar uma tabela com todos esses pontos da análise. Assim, é possível observar os potenciais da empresa e investir em estratégias de comunicação e marketing que melhorem os pontos fracos para lidar com as ameaças.

Após isso, o propósito da empresa com a comunicação deve ser um dos primeiros pontos abordados no planejamento de mídia. 

Todas as metas devem ser listadas no planejamento para preparar as ações. Desde aumentar as vendas em um período específico do ano até melhorar a imagem da empresa no mercado com campanhas institucionais.

Se a empresa de roupas de banho não conseguiu atingir a meta de vendas no inverno deste ano e quer melhorar isso em 2021, por exemplo, uma das estratégias é criar campanhas publicitárias com ofertas de peças da coleção passada.

Levantar os dados da empresa nos anos anteriores é muito importante para embasar o planejamento de comunicação anual e apontar essas melhoras de estratégia.

Desta forma, é possível ver quais ações foram assertivas e podem ser utilizadas novamente. Esse levantamento também permite encontrar as falhas e corrigi-las no novo plano de comunicação.

A análise de dados das campanhas de anos anteriores é importante para fazer um planejamento de mídia mais assertivo em 2021.

Como fazer o planejamento de comunicação

Após fazer a análise SWOT e definir os objetivos, é hora de apontar as ações que serão realizadas durante o ano.

É importante definir quais tipos de campanha serão realizadas em 2021 e deixar claro qual será o objetivo de cada uma delas.

Se uma empresa de eletrônicos definiu no planejamento de comunicação que vai realizar uma campanha no Natal, ela também deve apontar a meta e quanto pretende investir com a publicidade. 

Como em toda campanha, na fase de criação é importante definir o público-alvo, a mensagem e em qual mídia ela será veiculada. No caso do planejamento anual, é importante estabelecer esses pontos para todas as ações publicitárias planejadas.

Segmentações

Para determinar o público-alvo, a empresa deve se questionar quais pessoas ela deseja impactar com a publicidade. O gênero, idade, classe social e até mesmo alguns gostos pessoais devem ser indicados no planejamento para as ações serem mais precisas.

Pense no exemplo da marca de roupas de banho novamente: a empresa definiu que quer veicular um outdoor com a mensagem de liquidação de biquinis. O público-alvo definido foi de mulheres, que tenham entre 20 e 50 anos, de classe média e que gostem de praia ou piscina.

A classe social das mulheres foi decidida por causa do valor dos produtos da marca, que é mais elevado que o de alguns concorrentes. Já o interesse dessas mulheres foi definido com base nos produtos, que são utilizados na piscina ou na praia. 

Se a empresa quiser, pode segmentar ainda mais o público para criar as campanhas. Especificando no planejamento o local em que cada campanha OOH ou DOOH será veiculada, com o objetivo de impactar apenas pessoas de classe média. 

Para isso, é possível adotar o marketing de proximidade. Com esse modelo de publicidade, a campanha ficará próxima ao público, que pode ser impactado mais facilmente e movimentar as vendas da empresa.

No marketing de proximidade o anunciante pode utilizar painéis digitais localizados próximos à loja, para atrair mais pessoas que podem finalizar compras, por exemplo. (Foto: Reprodução/Dash Two)

Mensagem e mídia das campanhas

Após definir esses pontos sobre o público-alvo de cada campanha programada para o ano, é importante pensar em como será a mensagem.

Se o público for mais jovem, é interessante transmitir a mensagem com uma linguagem mais informal, que seja atraente para ele, por exemplo. 

Mesmo que a estruturação da campanha seja realizada por outra empresa, é interessante deixar especificado no briefing como a ação foi pensada no planejamento de comunicação.

Outro ponto importante para o plano de comunicação anual é definir a mídia em que cada campanha será veiculada. Comerciais em televisão, anúncio na Internet ou campanhas em mídia out of home (OOH) são alguns dos exemplos de mídia para as ações publicitárias.

No OOH, por exemplo, o anunciante pode veicular campanhas em outdoor, abrigos de ônibus, cartazes, totens localizados em shopping, painéis digitais em aeroporto e muitos outros lugares que impactam o público enquanto ele está fora de casa.

A mídia OOH e DOOH são ótimas opções para atrair um público maior, pois são posicionadas em locais com alta circulação de pessoas. Além disso, esse tipo de mídia pode ser utilizado em conjunto com campanhas na internet com o uso das narrativas transmedia ou crossmedia.

Mídia out of home é uma boa opção para veicular a mensagem das campanhas definidas no plano de comunicação.

Cronograma 

O planejamento de comunicação não é necessariamente um cronograma de publicidade. Ele envolve muito mais coisas, como a análise SWOT, definição de objetivos, orçamento e ações que serão realizadas para alcançar as metas estipuladas. 

No entanto, é muito importante definir um cronograma para realizar as ações descritas no planejamento de mídia. 

Ele pode ser organizado por cada mês do ano. Também é interessante especificar em qual momento cada campanha começará a ser realizada, como dois ou três meses antes da veiculação, por exemplo. 

Nesse cronograma, vale descrever a ação de forma detalhada, o objetivo que a empresa pretende atingir e o orçamento previsto para investir na publicidade. Assim, todo o planejamento ficará bem completo. 

Já começou o planejamento de comunicação da sua empresa? Não perca tempo, 2021 já está chegando. Se definir por campanhas de mídia out of home, a Três Meios está ao seu lado para movimentar a publicidade da sua marca!

Gostou do conteúdo? Você pode encontrar mais textos sobre marketing, publicidade e out of home em nosso blog, como esse sobre como criar um outdoor!

Deixe seu comentário:

Veja Também

Como fazer um briefing perfeito para sua campanha

O briefing é uma etapa fundamental na hora de planejar as campanhas publicitárias de uma marca, mas você sabe como fazer um briefing e por quê ele é tão importante?  […]

2021 e o OOH: tendências de marketing para sua campanha

O mundo da comunicação é um dos que mais muda com o tempo. A cada alguns meses é possível identificar novas referências e tendências de marketing que vão surgindo e […]

Tipos de segmentação: seja assertivo em suas campanhas

Os tipos de segmentação são cada vez mais utilizados na publicidade para criar campanhas assertivas. Com o uso de dados geográficos, demográficos, comportamentais e até mesmo psicológicos, é possível entender […]