22 julho, 2019

Intervenção artística urbana: inspire-se para sua campanha de marketing

Talvez você não saiba exatamente qual é a definição do termo intervenção artística urbana, mas com certeza já se deparou com ela pelas ruas das cidades. Cada vez mais comuns e presentes nos municípios brasileiros, as intervenções são formas de apropriação do espaço público para a arte.

Os exemplos são variados – e bem conhecidos no dia a dia – indo desde o tradicional grafite, até árvores enfeitadas, lambe-lambes, projeções de vídeos em paredes, fotografias espalhadas pela cidade, alterações em pontos de ônibus e assim por diante.

Apesar de bem mais comum no ramo das artes, também existem empresas usando a intervenção artística urbana como uma forma de inovar no marketing. Quer entender melhor essa relação? Continue a leitura!

O que é a intervenção artística urbana?

Embora muito variadas, as intervenções não são difíceis de serem definidas. Elas são ações organizadas por artistas ou coletivos de artistas que visam transmitir uma determinada mensagem, geralmente com um tom questionador sobre a nossa vida, sociedade e cotidiano.

Para fazer isso, esses artistas utilizam intervenções visuais nos mais variados espaços públicos. Além do tom de protesto, essas artes podem ser usadas com caráter educativo, filosófico, reflexivo ou apenas para mudar a paisagem de determinado local, sempre tentando despertar a atenção de quem trafega pelo ambiente.

Quem mora ou já visitou a capital paulista, tem um exemplo excelente e muito conhecido de intervenção artística urbana: o Beco do Batman. Mundialmente famoso, o local abriga uma série de grafites, incluindo um desenho do famoso super-herói que nomeia o local.

Além dos muros, essas intervenções artísticas podem aparecem em vários outros pontos, como: chão, teto, pontes, edifícios, veículos, árvores, pontos comerciais, ambientes corporativos ou residenciais, mobiliários urbanos (como os pontos de ônibus) , bancos de praça, escadarias e assim por diante.

Tipos mais comuns

Existem inúmeros tipos de intervenções urbanas, cada qual com um objetivo diferente. Os mais comuns e conhecidos são:

História

As intervenções urbanas surgiram como um movimento não reconhecido que foi ganhando forma com o passar dos anos. 

No Brasil, esse movimento apenas começou a aparecer no final da década de 1970, como uma maneira de expressão artística que conseguisse ir além dos muros das galerias, museus e espaços tradicionais de exposição.

Os artistas ligados às intervenções acreditavam que a arte estava muito restrita e queriam levá-la também às pessoas que não estavam diretamente ligadas a ela. Apesar do surgimento na década de 70, foi apenas no final de 1990 que essas intervenções passaram a ganhar força, em especial graças às atuações dos coletivos artísticos.

Artistas mais conhecidos

Dentro desse cenário das intervenções urbanas, começaram a surgir nomes muito importantes. Veja os principais.

Bansky

Esse artista realiza intervenções artísticas sem revelar sua identidade.

Bansky é um dos artistas mais conhecidos em todo o mundo quando o assunto são as intervenções urbanas. Porém, apesar das inúmeras intervenções realizadas em todo o mundo, ninguém sabe a verdadeira identidade do artista. Existem várias especulações, mas nenhuma chegou à versão final.

Para não ser reconhecido, o artista sempre produz as suas obras durante a madrugada. O grafite é a sua forma principal de intervenção – e as artes sempre visam propagar pensamentos e críticas.

OsGemeos

As obras de intervenção artística urbana desses brasileiros são conhecidas em todo o mundo! Fonte: B9

Gustavo e Otávio Pandolfo são artistas brasileiros que começaram a se aventurar no mundo da intervenção artística urbana a partir da década de 80, com o movimento hip hop. Hoje, eles são reconhecidos mundialmente pela qualidade dos seus grafites com técnicas próprias.

Suas obras estão espalhadas por vários países como Alemanha, Inglaterra e Estados Unidos.

SpY

Nessa intervenção artística urbana, o artista utilizou diversas câmeras de segurança desligadas. Fonte: El País

Outro destaque é o artista espanhol SpY. Seus primeiros trabalhos também começaram a aparecer em meados da década de 80, inicialmente no grafite. Depois, já consagrado nessa arte, começou a explorar outras formas de comunicação artística.

Hoje, o seu trabalho envolve a apropriação de elementos urbanos por meio da transformação ou replicação, comentários sobre a realidade urbana e a interferência em seus códigos comunicativos.

Com uma dose de humor e ironia, o artista transforma câmeras de segurança, carros de polícia, barris e outros objetos em arte, questionando e surpreendendo as pessoas.

Qual é a importância dessas intervenções e seus objetivos?

Depois de ler o tópico anterior, já deu para notar que a intervenção artística urbana possui um papel muito importante que vai além do que apenas modificar o cenário das cidades, não é mesmo?

De uma maneira geral, essas obras de arte visam transmitir uma mensagem e ainda questionar e transformar a vida cotidiana. A ideia é sempre tentar provocar uma discussão ou uma reflexão, fazendo com que as pessoas que passam pelo espaço tirem alguns minutos das suas rotinas para questionarem, criticarem, refletirem ou, ainda, para contemplarem a arte.

Os principais temas usados nessas intervenções são questionamentos e reflexões sobre questões políticas, ideológicas, sociais, filosóficas, ambientais e estéticas.

Intervenções mais conhecidas

Para ficar mais clara a importância dessas intervenções, vamos citar alguns dos movimentos mais conhecidos no mundo. Confira.

Cow Parade

Esse é um exemplo de uma das intervenções artísticas mais bem sucedidas do mundo. A imagem acima retrata a Cow Parade em Goiânia.

É considerado o maior e mais bem sucedido evento de arte pública do mundo. Ele já passou por mais de 50 países e está na ativa desde 1999, inclusive colecionando passagens pelo Brasil.

O evento consiste em espalhar “vacas” pelas cidades que são pintadas por artistas locais, sejam eles profissionais, amadores ou desconhecidos. Toda a renda arrecadada com o evento é revertida para instituições de caridade ao redor do mundo. O criador da ideia foi o escultor suíço Pascal Knapp.

The Pothole Gardener

Traduzido como “o jardineiro de buracos”, essa é uma intervenção idealizada pelo londrino Steve Wheen – um ciclista cansado dos buracos nas ruas. Para sinalizar essa insatisfação, ele começou a usar as imperfeições das calçadas e ruas de Londres como base para mini jardins.

Yarnbombing

Essa intervenção artística urbana deixa os espaços mais coloridos, alegres e divertidos para aqueles que passam por ela.

O termo em inglês significa “bombardeio de fios”. E é justamente isso que acontece nessa intervenção artística urbana que já invadiu as ruas de diversas cidades em todo o mundo. Ela busca, basicamente, envolver com fios coloridos estátuas, árvores, pontes e outros locais, levando mais cor, alegria e trabalho artesanal às cidades.

Mind Fuck

Esse termo é usado para designar certo desconforto mental que sentimos quando visualizamos elementos inéditos em determinadas áreas, como se os objetos estivessem deslocados e nossa mente precisasse de um tempo para processar essa informação.

Para o artista italiano Fra.Biancoshock, esse foi o mote para suas criações que chocam as pessoas em toda a Europa, Malásia e Singapura.

Como a intervenção artística urbana pode ser usada no marketing?

Com o tempo, essa ideia de intervir nas áreas urbanas acabou sendo apropriada também pela publicidade, principalmente com o surgimento do que chamamos de “marketing de guerrilha” .

Basicamente, ele consiste em desenvolver ideias criativas e de baixo custo que consigam impactar as pessoas que estejam trafegando pelo ambiente e transmitir determinada mensagem relacionada à uma marca, que pode ser tanto direcionada ao branding quando à determinada ação comercial.

Mais do que apenas as intervenções das mídias out of home, esse tipo de marketing visa criar uma interação e até certo “choque” dos usuários do ambiente, despertando sensações e promovendo ações em relação à determinada marca ou produto.

Além das áreas urbanas e dos mobiliários públicos, essas ações também podem ser feitas em espaços internos como shoppings, metrôs, estações de trens, rodoviárias, terminais de ônibus, aeroportos e outros.

Assim, essas intervenções se tornam impossíveis de serem ignoradas, surpreendem o público e ainda geram um buzz positivo (ou seja, quando os próprios participantes começam a divulgar a intervenção na internet e em outros meios).

Algumas vantagens importantes dessas intervenções são:

Como usar a intervenção artística urbana para divulgar a minha marca?

Uma dica para o sucesso das ações de marketing é saber como se comunicar com o seu público para que as campanhas atinjam os resultados esperados.

Apesar de essa ser uma tendência e uma ideia incrível para impactar o seu público, é fundamental contar com um bom planejamento. Afinal, se a ação não for bem compreendida pelo seu público, poderá gerar um buzz negativo e prejudicar a sua empresa.

Separamos algumas dicas essenciais para a sua campanha funcionar. Confira:

Conheça bem seus clientes

Como dissemos, é essencial que a sua ação faça sentido para o seu público, criando um impacto positivo. Por isso, invista em conhecer quem são essas pessoas, suas principais características, comportamentos e desejos. Quanto mais delimitado e alinhado o seu público-alvo estiver, maiores as chances de sucesso da sua ação.

Considere as características da sua empresa

Na ânsia de tentar inovar, muitas empresas acabam criando ações que não têm relação alguma com as características da sua marca ou produtos. É importante que a sua intervenção esteja em sintonia com o que a sua marca acredita e propaga em termos de valores, e também com o produto ou serviço que você vende.

Não adianta, por exemplo, tentar se colocar como moderno e de vanguarda, se essas características não fazem parte da sua empresa e não têm relação alguma com seus produtos ou com o seu público.

Seja original

A criatividade é de suma importância em qualquer intervenção urbana, seja ela artística ou publicitária. É claro que você pode se inspirar em cases de sucesso, mas a ideia é sempre criar algo original e único.

Avalie os resultados

Será que a sua intervenção realmente trouxe resultados ao seu negócio? Assim como todas as ações em marketing, elas também precisam ser avaliadas posteriormente. Por isso, primeiro, saiba exatamente o que vocês desejam com aquele tipo de ação e, durante a intervenção, use ferramentas de monitoramento que ajudem a acompanhar a repercussão nas redes sociais, por exemplo.

Conclusão

Como você viu neste post, a intervenção artística urbana é uma forma de arte que já existe há algum tempo. Baseada em alterações nas cidades, ela visa criar impacto e fazer as pessoas refletirem sobre diversos temas e questões, impactando quem está transitando pelo espaço.

Com o tempo, essas ações também passaram a fazer parte das criações publicitárias e de marketing, ajudando as marcas a se comunicarem melhor com seus clientes e impactando as pessoas de uma maneira totalmente diferenciada. 

Porém, como em todas as ações, para essas intervenções terem sucesso é fundamental um excelente planejamento. Para isso, conte com a Três Meios, uma empresa especialista no ramo e que está no mercado há mais de 30 anos!

Você gostou de saber mais sobre intervenção artística urbana? Compartilhe este post nas suas redes sociais e ajude os seus amigos a se informarem sobre o tema!

Deixe seu comentário:

Comentários

  • Eric Pacheco

    09.07.2020

    Artes urbanas e muito legal! mas também te deixa com muita duvida! ??

    replyResponder
    • Admin

      21.08.2020

      Olá eric, tudo bem? estamos muito gratos pelo comentário e ficamos felizes em contribuir através do nosso conteúdo! compartilhe suas dúvidas, será um prazer podermos esclarecer.

      replyResponder
  • Eric Pacheco

    09.07.2020

    Artes urbanas e muito legal! mas também te deixa com muitas duvidas!??

    replyResponder
  • Força Jovem Universal

    10.07.2020

    E quando sua impressa é pequena? preciso fazer um marketing para um grupo de 11 pessoas, vcs podem me ajudar?

    replyResponder
    • Admin

      21.08.2020

      Olá vick, tudo bem? estamos muito gratos pelo contato e interesse! um de nossos responsáveis por atendimento irá contactá-lo. enquanto isso, você pode conhecer um pouco mais dos nossos serviços e do mundo da mídia out of home em nosso blog.

      replyResponder
  • André Lucas Sagat

    12.09.2020

    Bom dia, gostei muito do texto, me inspirou ainda mais a realizar algo nesse sentido aqui no bairro aonde eu moro. grato pelo conhecimento. agora me da licença que eu colocar em prática essa idéia. até mais!

    replyResponder
    • Admin

      15.09.2020

      Olá andré lucas, tudo bem? estamos muito gratos e ficamos muito felizes em contribuir através do nosso conteúdo! desejamos sucesso!

      replyResponder

    Veja Também

    Como fazer um briefing perfeito para sua campanha

    O briefing é uma etapa fundamental na hora de planejar as campanhas publicitárias de uma marca, mas você sabe como fazer um briefing e por quê ele é tão importante?  […]

    2021 e o OOH: tendências de marketing para sua campanha

    O mundo da comunicação é um dos que mais muda com o tempo. A cada alguns meses é possível identificar novas referências e tendências de marketing que vão surgindo e […]

    Tipos de segmentação: seja assertivo em suas campanhas

    Os tipos de segmentação são cada vez mais utilizados na publicidade para criar campanhas assertivas. Com o uso de dados geográficos, demográficos, comportamentais e até mesmo psicológicos, é possível entender […]