15 julho, 2019

Batalha de meios: outdoor com impressão em lona ou papel?

O outdoor é um dos meios mais conhecidos da mídia out of home. Presente na maioria das cidades brasileiras, ele também é o preferido de muitos publicitários e empresários, graças, principalmente, ao alto impacto que esse meio oferece.

Porém, na hora de planejar adequadamente a campanha, é essencial ficar de olho em alguns dados básicos, entre os quais está a impressão em lona ou em papel, dependendo do tipo de publicidade que será feito, do tempo de veiculação e de outros pontos.

Quer saber mais sobre o tema e transformar suas campanhas? Continue a leitura!

Quais as características e vantagens de anunciar em outdoor?

O outdoor é um dos veículos mais conhecidos da mídia exterior. Ele possui um tamanho padrão de 9x3m e veiculação bissemanal, ou seja, com renovação a cada 14 dias. O seu nome é uma abreviação de “outdoor advertising”, ou “propaganda ao ar livre”.

Em geral, ele se localiza em locais com tráfego intenso de veículos e pessoas, como avenidas, ruas e até em beira de rodovias e pistas vicinais, desde que haja uma movimentação interessante no local.

O grande diferencial desse tipo de propaganda é que ela consegue atingir diversas camadas sociais, já que todos que estão trafegando na via serão, de alguma forma, impactados pela sua mensagem.

Em relação ao período de veiculação, é importante explicarmos como funciona o sistema bissemanal. Cada ano possui 26 semanas, começando na semana 2 e terminando na 52. Assim, as colagens são feitas às segundas-feiras e, a cada duas semanas, em caso de não renovação, os cartazes são trocados.

Os preços variam de acordo com a localização e também a rota onde o outdoor se situa. Além disso, há a possibilidade de compra de apliques que ajudam a “expandir” a propaganda e torná-la mais criativa. O valor é calculado por metro quadrado adicional.

O cálculo do valor de um anúncio em outdoor depende de alguns fatores; a impressão em lona ou papel é um deles. Fonte: Billboard Insider

Vantagens

Como dissemos, o outdoor possui muitas vantagens – e justamente por isso é considerado uma opção tradicional de propaganda. Entre elas, podemos citar:

Contudo, essa mídia também possui alguns pontos negativos que precisam ser considerados, como: regulação, vigente em algumas cidades, que proíbe a utilização de outdoors, poluição visual (fator que pode dificultar a instalação e a visualização desse veículo publicitário) e bastante competição pelos melhores locais.

Outdoor com impressão em lona ou em papel: quais as principais diferenças?

Além de todas essas características, o outdoor pode ser feito com impressão em lona ou em papel – e entender muito bem suas diferenças é essencial para fazer uma escolha correta.

Impressão em papel

É o tipo de outdoor mais comum no mercado e que apresenta o menor custo, além de ter produção e impressão mais rápidas. Em geral, o outdoor de papel tem um custo cerca de 85% menor que o de lona.

Contudo, o principal problema desse tipo de outdoor é a durabilidade, afinal, o papel não apresenta uma grande resistência – e dificilmente essa impressão aguentará mais do que 14 dias.

Depois desse período, as cores podem desbotar e os cantos do papel tendem a descolar do painel, comprometendo a sua mensagem e a eficácia da propaganda.

Existem também poucas variações de papéis para outdoor. O que varia é a gramatura, com papéis mais finos (75gr/m²) até os mais espessos (de 90gr/m² a 115gr/m²). O mais usado no Brasil é o de espessura 115 gr/m².

A depender do tempo de exposição de seu anúncio, o papel, como o Blue Back, pode ser mais vantajoso que a impressão em lona. Fonte: Showcase Outdoor

A depender do tempo de exposição de seu anúncio, o papel, como o Blue Back, pode ser mais vantajoso que a impressão em lona. Fonte: Showcase Outdoor

Porém, também existem impressões no de 75 gramas – esses papéis costumam ser mais brilhantes de um lado, proporcionando cores mais vivas, e áspero do outro, facilitando a colagem.

Normalmente, as folhas saem da gráfica numeradas no verso, o que permite que o colador se oriente.  As folhas ainda costumam ser fornecidas ao colador de maneira que ele comece seu trabalho sempre fixando a primeira folha no canto superior esquerdo da tabuleta.

Também é usual que a impressão seja feita com uma margem de segurança de 10% a mais do que a quantidade necessária. Essas folhas extras são usadas para a manutenção do outdoor e também para a troca das que possam ser danificadas durante a colagem.

Entre as inovações nos outdoors em papel podemos citar o Blue Back, um papel com uma cor azulada no verso que impede a transparência das campanhas antigas que estão sendo cobertas com a nova propaganda.

Impressão em lona

Esse outdoor é o que possui valor mais alto, principalmente devido às técnicas de impressão em lona, que são mais diferenciadas. A grande vantagem, contudo, é a sua durabilidade – que é bem superior ao papel. No mercado, existem vários tipos de lonas e o valor está relacionado à qualidade do material.

Para campanhas publicitárias de longa duração, prefira a impressão em lona ao papel. Fonte: Echod Graphics

Em geral, a lona usada em outdoor é fabricada com tecido e uma camada de PVC. O tecido é responsável pela resistência e o PVC é que recebe a tinta da impressão. Assim, quanto mais fios o tecido tiver, mais resistente a lona será. Já quanto mais grossa for a camada de PVC, mais a lona conseguirá preservar as cores originais da impressão.

Além de ser mais resistente que o papel, a impressão em lona apresenta outras vantagens como: mais vivacidade de cores e não possui rugas ou falhas visuais.

O tempo médio de duração da lona varia de 6 meses a 3 anos, dependendo das características climáticas do local onde o outdoor está instalado.

A lona é instalada de forma diferente do papel. Em vez de ser colada sobre a estrutura do outdoor, ela é envelopada com presilhas ou ilhós.

A escolha da impressão certa

Como você viu, a depender da escolha – impressão em lona ou em papel -, diferenças podem ser percebidas. Em geral, o papel deve ser a opção quando o tempo de exposição for curto (em torno de 14 dias), ou quando existe a necessidade de troca constante da arte (como no caso de promoções com curta duração).

a impressão em lona deve ser a escolha quando o tempo de exposição for maior e não houver a necessidade de trocas constantes. A lona também é mais indicada para quem deseja uma qualidade superior em relação às cores a à aplicação.

Como a impressão de outdoor evoluiu até os dias atuais?

O outdoor é considerado um dos meios de publicidade mais antigos do mundo e suas origens remontam à época da Mesopotâmia, quando eram usados anúncios talhados em pedras gigantes (chamados de axones).

Na Roma Antiga, era costume usar retângulos claros, divididos por tiras de metal e pintados com carvão para fazer anúncios do Imperador e de outras comunicações.

No Brasil, a primeira exibidora de outdoors surgiu em 1929, com a fundação da Publix. Esses primeiros outdoors eram diferentes do que temos hoje: tinham formato oval e eram fixados em postes. Todos eles eram produzidos à mão, com o auxílio de desenhistas e letristas.

Antes de serem desenvolvidas as sofisticadas técnicas de impressão em lona, a litografia – impressão a partir da pedra – era muito utilizada. Fonte: HiSoUR – Hi So You Are

Depois de um tempo, os cartazes passaram a ser colados nos bondes, com meia folha. Foi nesse período que surgiram as gráficas especializadas, o que permitiu a impressão de até 64 folhas.

No início, essas impressões eram feitas pelo sistema de litografia – que era algo extremamente artesanal. Primeiro, o cartaz era criado em um tamanho pequeno, depois era quadriculado com o número de folhas, então era ampliado por uma equipe de desenhistas e, por fim, cada um dos quadros, cor por cor, era gravado sobre a pedra.

A combinação ideal de cores era conseguida por meio de impressões sucessivas. Por isso, um simples cartaz de 16 folhas poderia usar até 160 chapas de pedra.

Com o tempo, as chapas de pedra foram substituídas pelas de zinco e depois pelas de alumínio.

Entre os métodos utilizados atualmente, depois de uma longa sucessão de inovações, encontra-se a impressão em lona. Fonte: IndiaMART

Os métodos atuais de impressão

Hoje, os métodos mais usados são:

  1. off-set: é o método mais usado desde o século XX, pois facilita a confecção de grandes quantidades e imprime em todos os tipos de papéis e plásticos. O papel passa pela máquina sem necessitar de intervenção humana, que apenas ocorre para os ajustes de tinta e água;
  2. silk screen ou serigrafia: permite a transferência de imagens para diversos materiais. Para banners e outdoors, esse método é usado apenas em pequenas tiragens. Oferece um custo menor que o off-set, porém é mais limitado em termos de rapidez e possibilidades técnicas;
  3. impressão em lona: é realizada uma plotagem com tinta à prova de água em lona de alta resistência que tem o tamanho total da tabuleta.

Em países mais avançados, existem outras técnicas, como a impressão direta na placa por um método chamado Michelangelo.

O que considerar para uma boa campanha em outdoor?

É claro que, para uma boa campanha em outdoor, é preciso ir além da escolha da impressão em lona ou em papel. Veja outras dicas essenciais para garantir um excelente resultado:

Uma boa estratégia publicitária, associada à escolha de impressão em lona ou papel, pode reduzir custos e otimizar investimentos. Fonte: The Inspiration Room

Uma boa estratégia publicitária, associada à escolha de impressão em lona ou papel, pode reduzir custos e otimizar investimentos. Fonte: The Inspiration Room

Além de todas essas dicas, é fundamental contar com uma agência especializada, que lhe ajudará a compreender melhor seu público-alvo, estruturar sua campanha, definir o ponto exato da localização do outdoor e também avaliar se, para os seus objetivos, é melhor a impressão em lona ou em papel.

A Três Meios é uma agência especializada em mídia extensiva, com mais de 30 anos de atuação em todo o Brasil e sistemas modernos de geolocalização, capazes de definir o ponto exato onde sua propaganda deve estar para atrair as pessoas certas para o seu negócio.

Agora que você já sabe tudo sobre impressão em lona e em papel para outdoor, que tal começar a colocar nossas dicas em prática? Entre em contato com nossos especialistas e melhore os resultados das suas campanhas!

Deixe seu comentário:

Veja Também

Crossmedia e a publicidade

Pode ser que você nunca tenha ouvido a palavra crossmedia ou que não esteja muito familiarizado com o conceito, mas com certeza, você já teve contato com isso.  Atualmente, o […]

Como fazer um outdoor – dicas de criação

O que chama sua atenção ao passar por uma mídia out of home? O tamanho? As cores? A mensagem? O formato? São muitos os detalhes que podem fazer com que […]

Agência de publicidade: a Três Meios e a pandemia

Feche os olhos e imagine a cena: um grande escritório, cadeiras e mesas cheias de papéis e computadores espalhadas, pessoas por todos os lados, telefone tocando e vozes que enchem […]