01 julho, 2019

Saiba como a Mídia OOH pode contribuir para a gestão de marcas

Quem trabalha no setor de comunicação, com marketing ou publicidade, sabe o quanto a gestão de marcas, ou branding, é importante. Afinal, é essencial conseguir transmitir aos seus consumidores sensações e experiências que reafirmem o posicionamento de mercado da sua marca e os seus diferenciais como forma de fidelizar os clientes.

São diversas as ações que podem ser usadas nesse sentido e com certeza a mídia out of home, ou mídia OOH, é uma delas. Não sabe como usá-la e nem de que forma essa estratégia é capaz de ajudar na gestão de marcas do seu negócio? Continue a leitura e descubra!

O que é gestão de marcas e qual a sua importância?

Uma estratégia inteligente e bem executada de gestão de marcas certamente beneficiará sua marca, fortalecendo-a e tornando-a mais desejada. Fonte: Econsultancy

A gestão de marcas, também conhecida como branding, é um trabalho que envolve diversos tipos de ações, as quais visam, sobretudo, reforçar o valor de uma marca e o seu posicionamento de mercado, criando uma conexão com o público, influenciando sua decisão de compra e fidelizando os clientes.

Quanto mais bem feito é o trabalho de branding, mais forte será a marca, se tornando mais lembrada, desejada e respeitada pelos consumidores, facilitando vários pontos, como: lançamento de novos produtos, extensões de linhas, abertura de novos pontos de vendas e muitos outros.

Marca

Compreender adequadamente o conceito de marca é um elemento essencial na definição de estratégias bem-sucedidas de gestão de marcas. Fonte: Key Person of Influence

Mas, antes de entender o que é gestão de marcas e a sua importância, precisamos compreender melhor o conceito de marca. Ao contrário do que muitos pensam, a marca não é apenas o logotipo da empresa, o site ou os meios de comunicação.

Pelo contrário, a marca é todo o conjunto de itens que representam a sua empresa, que a anuncia e a premedita. E mais, marca não é apenas o que você comunica, mas também o que seus clientes e o que a comunidade de uma maneira geral pensa e sente sobre o seu negócio.

Assim, podemos entender a marca com um conceito mais subjetivo, criado na mente das pessoas, que envolve sentimentos e memórias. O marketing, inclusive na forma de mídia OOH, pode trabalhar com essas questões, fazendo com que uma marca seja mais lembrada e querida na mente das pessoas do que outras, melhorando o posicionamento de mercado, a lembrança dos consumidores e até modificando o top of share, ou seja, as marcas líderes de cada segmento.

Importância

Depois de entender melhor o conceito de marca e gestão de marcas, ficou mais fácil compreender a importância de se trabalhar o branding, não é?

Afinal, uma marca forte, muito lembrada e querida pelas pessoas consegue vender mais e com o que chamamos de preço premium, ou seja, com um valor mais alto que o da concorrência.

Por exemplo, por que a Coca-Cola é tão mais cara que os demais concorrentes já que todos vendem refrigerante de cola? Com certeza a ação de branding da Coca-Cola, que se coloca como líder de mercado, faz toda a diferença. Com um posicionamento mais forte e superior, essa marca traz memórias afetivas aos consumidores e muitas outras questões sentimentais que vão muito além da simples garrafa de refrigerante.

Dessa forma, um bom trabalho de gestão de marcas é aquele que torna uma marca:

São diversos os fatores que conferem visibilidade e sustentação a uma marca; todos podem ser fortalecidos por uma boa estratégia de gestão de marcas. Fonte: Pam Moore

O que é mídia OOH?

A gestão de marcas pode ser realizada usando vários tipos de ações publicitárias e, como dissemos na introdução, uma das possibilidades é o uso da mídia out of home, ou OOH.

Como o próprio nome sugere, a mídia OOH é toda aquela que interage com as pessoas quando elas estão fora de casa, ou seja, nas ruas, nos transportes públicos, em espaços urbanos, entre outros.

São muitos os meios que podem ser usados dentro do que chamamos de mídia OOH, como:

A mídia OOH, por ser rentável e passível de ser explorada de inúmeras formas, é um dos pilares da gestão de marcas eficiente. Fonte: The Drum

A mídia OOH possui muitas vantagens e por isso, hoje, ela é uma das mais usadas em todo o mundo e também no Brasil, atrás apenas da televisão aberta e da internet, de acordo com os dados do Cenp-Meios.

Como a mídia OOH ajuda na gestão de marcas?

Como você viu no tópico anterior, a mídia OOH tem crescido bastante, tanto em termos de importância como de investimentos.

E isso não é por acaso, afinal, ela oferece excelentes vantagens que a tornam muito atraente para os investidores. E muitos desses pontos positivos também se relacionam às ações de gestão de marcas. Veja alguns:

Interatividade

Uma das grandes vantagens da mídia OOH é que ela consegue interagir com as pessoas no ambiente, criando sensações totalmente diferenciadas e que podem ajudar a fortalecer o posicionamento e a gestão de marcas.

Um exemplo muito interessante foi a ação da IBM, em 2013, quando a empresa instalou diversos cartazes transformados em uma espécie de mobiliário urbano de modo a transmitir a ideia de que a marca era capaz de construir áreas urbanas mais inteligentes.

Para isso, a campanha utilizava soluções simples, porém muito criativas e capazes de transformar o cotidiano das pessoas – valores extremamente relacionados ao que a IBM transmite com seus produtos e ações.

Engajamento

A partir do momento que a sua propaganda consegue “conversar” com o seu público, com certeza as sensações sobre aquela interação serão completamente diferenciadas, trabalhando os sentimentos e o inconsciente das pessoas (itens totalmente relacionados ao branding).

Muitas ações de mídia OOH visam, justamente, promover o engajamento do público, tornando a propaganda mais forte na mente dos consumidores, gerando buzz positivo e ainda influenciando no posicionamento da marca.

Um exemplo bacana é a campanha da Netflix em Paris, no lançamento do serviço na França. Na época, a empresa de streaming colocou alguns painéis espalhados pela cidade com “gifs” famosos na internet. O fator inusitado é que esses gifs se modificavam de acordo com o clima e outras situações cotidianas.

Assim, a Netflix conseguiu chamar a atenção das pessoas e ainda transmitir alguns valores importantes associados à marca, como modernidade, vanguardismo e, claro, um serviço que se adapta totalmente as necessidades e desejos dos usuários.

Potencial de impacto

Como você pode notar, essas ações de mídia OOH possuem um potencial de impacto muito maior do que os meios tradicionais de propaganda, como os anúncios em revistas ou na televisão. Além disso, como as ações ficam em ambientes externos, há um alcance muito grande em termos de público.

Ou seja, a mídia OOH é uma oportunidade perfeita para reforçar os valores, fazer a gestão de marcas e falar sobre isso a um público muito maior do que anunciando em outros meios tradicionais.

Se as pessoas transitam diariamente no espaço escolhido pela veiculação, ainda existe o que chamamos de “fator de fixação”. Em outras palavras, todos os dias, pessoas que estão dentro do seu público-alvo irão se relacionar com a sua propaganda, aumentando as chances de prestarem atenção nela e de se lembrarem da ação posteriormente.

Os formatos de mídia OOH são variados e, se amparados por uma pesquisa cuidadosa no domínio da gestão de mídias, serão parte de uma estratégia vencedora! Fonte: UltraLinx

Escolha da audiência

Muitas pessoas acreditam erroneamente que a mídia OOH não permite uma seleção da audiência, algo extremamente importante para a gestão de marcas.

Na verdade, hoje existem tecnologias diferenciadas que permitem entender melhor o fluxo diário de pessoas no ambiente, definindo pontos como: renda, faixa etária, preferências de consumo, entre outros.

Assim, você poderá definir o local ideal de uma cidade para realizar uma ação de branding, falando de forma direcionada com o seu público-alvo e aumentando os resultados da campanha.

Custo-benefício interessante

Além de todos esses pontos, quando comparada aos meios tradicionais, a mídia OOH se torna bastante atrativa financeiramente. Isso porque ela costuma ser mais acessível do que anúncios em outros tipos de mídia e possui uma taxa de retorno melhor, já que as suas mensagens conseguem ter um impacto e um alcance também maiores.

Quais as principais dicas para uma estratégia eficiente de branding usando mídias OOH?

As etapas que compõem uma gestão de marcas proveitosa também devem atentar para a relevância e a criatividade de sua mensagem! Fonte: Bored Panda

Depois de ler o tópico anterior, você acredita que a mídia OOH pode ajudar na sua gestão de marcas? Confira algumas dicas essenciais que separamos:

Conclusão

Como você viu neste post, a mídia OOH é uma excelente opção para otimizar a sua gestão de marcas, contribuindo fortemente para ações de branding mais interativas, sensoriais e memoráveis, que realmente ajudem a sua marca a se destacar e a se fortalecer.

Mas para conseguir atingir todos esses objetivos é indispensável tomar alguns cuidados. Por isso, contar com uma boa assessoria é fundamental.

A Três Meios é uma agência especializada em mídia extensiva e exterior, atuando em todo o Brasil e com inúmeras soluções criativas. Com mais de 30 anos de experiência, já produzimos campanhas variadas de branding para negócios de diversos segmentos.

Quer começar a usar a mídia OOH nas suas estratégias de gestão de marcas? Venha conversar com os consultores da Três Meios e saiba como fazer isso de forma profissional e com excelentes resultados!

Deixe seu comentário:

Veja Também

Como fazer um briefing perfeito para sua campanha

O briefing é uma etapa fundamental na hora de planejar as campanhas publicitárias de uma marca, mas você sabe como fazer um briefing e por quê ele é tão importante?  […]

2021 e o OOH: tendências de marketing para sua campanha

O mundo da comunicação é um dos que mais muda com o tempo. A cada alguns meses é possível identificar novas referências e tendências de marketing que vão surgindo e […]

Tipos de segmentação: seja assertivo em suas campanhas

Os tipos de segmentação são cada vez mais utilizados na publicidade para criar campanhas assertivas. Com o uso de dados geográficos, demográficos, comportamentais e até mesmo psicológicos, é possível entender […]