06 dezembro, 2019

Saiba como o DOOH pode ajudar na sua estratégia out of home!

Está se perguntando qual a grande próxima tendência no marketing digital? Já passamos pelo sempre eficiente marketing de conteúdo e e-mail marketing. Também tivemos uma época na qual ter uma página no Facebook e um perfil no Instagram era certeza de sucesso. 

Apesar de não ser uma novidade, o DOOH – sigla para Digital Out of Home – tem ganhado força e entregado resultados positivos para as empresas que o adotam em suas campanhas.

Diferente do que vimos no marketing digital ao longo dos anos, o DOOH tem como objetivo fazer com que suas campanhas atinjam a grande massa, de maneira parecida ao marketing out of home tradicional. 

Se você ainda está se familiarizando com o grande número de termos que existem no marketing – tanto o digital quanto o tradicional -, pode relaxar e ler os próximos parágrafos com tranquilidade.

Ao longo do artigo, explicaremos os conceitos que envolvem o DOOH de maneira que, mesmo que seja a sua primeira vez tendo contato com um texto sobre marketing, consiga entender o que irá ler nos próximos minutos.

Isso significa que, antes mesmo de explicarmos melhor o que é o DOOH, falaremos sobre o marketing OOH e como ele funciona. Em seguida, você entenderá o que é o DOOH, alguns exemplos da prática e as principais vantagens de criar campanhas nessa modalidade de marketing que vem crescendo rapidamente nos últimos anos.

Antes do DOOH: o que é o marketing out of home (OOH)?

Antes de falarmos sobre o meio digital, entenda, primeiro, sobre o marketing out of home, que já é uma prática conhecida e enraizada há décadas.

Como o próprio nome já indica, o OOH é o marketing que atinge quem não está em casa. Quando você está em seu sofá vendo televisão e entra nos comerciais, por exemplo, o que vê se trata de um marketing “at home”, porque ele é transmitido por um meio de comunicação que o atinge em sua residência.

Já o out of home envolve todas as práticas de marketing que atingem uma pessoa quando sai de sua casa. O exemplo mais conhecido é o outdoor, mas também acontece por meio dos carros de som, estações locais de rádio dos bairros que anunciam produtos e serviços de empresas da região e até mesmo a panfletagem, por exemplo.

Todas essas táticas são pensadas para atingir grandes massas e costumam estar presentes em locais com grande fluxo de pessoas, como estações de metrô, pontos de ônibus ou vias movimentadas.

O DOOH não se difere muito do out of home. Ao contrário da diferença encontrada no marketing digital em relação ao tradicional, os objetivos aqui são parecidos. O que muda são as estratégias e possibilidades, que vamos explicar nos próximos parágrafos.

O que é o Digital Out of Home (DOOH)?

Um dos pontos fortes do DOOH é que pode ser colocado em transportes públicos sem parecer uma propaganda

Assim como o out of home envolve práticas e experiências para atingir pessoas fora de suas casas, o digital também opera dessa maneira. Porém, o leque de possibilidades é maior do que na versão tradicional.

Uma das principais vantagens no DOOH é a maior facilidade em recolher dados e analisar os resultados das campanhas. Ou seja, é mais fácil saber se as estratégias e ações que você tomou para atingir um objetivo deram certo.

Considerando a possibilidade de usar conteúdo que interage com o consumidor, essa obtenção de dados para avaliar resultados é facilitada. Isso acontece pois o próprio interessado envia suas informações por meio da experiência interativa.

Assim como o OOH, esse tipo de marketing costuma passar despercebido durante a rotina. Por isso, é bem provável que você já tenha visto ou interagido com uma ação de marketing DOOH e nem sequer tenha notado. Se costuma usar o transporte público, por, exemplo, provavelmente já viu uma ação desse tipo.

Exemplos de marketing DOOH

A campanha de DOOH é sempre muito bem planejada, para que o público-alvo seja atingido da maneira como se espera

Essas campanhas costumam envolver monitores ou telões instalados em pontos estratégicos. Não apenas isso, mas o próprio conteúdo é ajustado de acordo com o ambiente e condições e até mesmo o público que costuma trafegar pelo local influencia no tipo de peça que será veiculada.

Por exemplo, imagine que está no saguão do aeroporto viajando para uma conferência importante do seu setor, para a qual a maioria das grandes empresas também está enviando representantes. Enquanto espera, os monitores estão mostrando conteúdo sobre negócios ou até mesmo sobre o próprio mercado no qual atua. Coincidência?

Nem um pouco. É uma campanha de marketing DOOH planejada e executada justamente para você. Depois do retorno da conferência, certamente os monitores estarão mostrando outros tipos de conteúdo, de acordo com outros fatores e público que frequenta o aeroporto.

Quer um exemplo mais factível e de acordo com o cotidiano? Imagine, então, que você está pegando o metrô, voltando para casa após o expediente. Por acaso viu algum telão falando sobre alguma série da Netflix, Globo Play ou até mesmo falando sobre a próxima novela das 9?

Eles não estão ali à toa. Afinal de contas, depois de chegar em casa é provável que procure por entretenimento. Inclusive, ambas são bem-sucedidas em suas campanhas, visto que prestam os serviços de streaming com mais assinantes no país. tudo O objetivo deste exemplo de campanha DOOH é justamente fazer com que você assine o serviço ou, se já for assinante, que faça login e assista à série que estão promovendo.

Considerando os exemplos acima, o maior desafio em criar uma campanha de marketing DOOH é justamente o de criar uma peça que alcance uma grande massa, e que, ao mesmo tempo, atinja o público que pode se interessar pelo produto ou serviço em questão.

Agora que você entendeu o que é o DOOH confira, abaixo, algumas das principais vantagens do DOOH para a sua estratégia out of home!

3 vantagens do DOOH para sua campanha de marketing

1. Diversidade de formatos

No marketing OOH, você já possui diversos formatos, como painéis, outdoors, panfletos ou empenas. O digital, porém, aumenta suas possibilidades ainda mais! Além de telões estáticos, você pode criar peças em vídeo ou utilizar totens interativos.

Também é possível desenvolver experiências interativas diretas com o consumidor, tanto na própria tela ou por meio de smartphones, QR Codes e perfis nas mídias sociais. Essa experiência interativa pode ser entregue utilizando jogos ou oferecendo brindes para os consumidores que participarem da interação.

2. Pode ser atualizado remotamente

Já viu um outdoor desatualizado, inclusive com ofertas de empresas que nem existem mais? Isso não acontece no marketing DOOH.

Além disso, fazer a atualização de suas ações de marketing é mais fácil que no modelo tradicional. Em equipamentos que possuem conexão com a internet, é possível fazer isso a partir da própria agência ou da sua sede. Basta enviar o conteúdo e agendar a atualização para que ela seja exibida no momento certo.

3. Grande potencial para atrair atenção

O DOOH não se mistura ao ambiente, ele se destaca no meio chamando mais a atenção

Os outdoors já se misturaram ao ambiente urbano de tal maneira que se tornaram quase imperceptíveis. Por outro lado, o DOOH ainda é novidade para muita gente. Além disso, um conteúdo em vídeo tem 2,5x mais potencial de atrair a atenção de um consumidor que um anúncio estático.

Essas não são as únicas vantagens de adotar o DOOH em sua estratégia out of home. Confira mais algumas abaixo:

Smartphones e DOOH: a próxima tendência

O marketing DOOH tem maior praticidade por se adaptar aos mais diversos meios

A interação entre smartphones e os monitores de locais públicos onde conteúdo DOOH é apresentado é a próxima grande tendência no out of home.

Se você anda com a localização do seu smartphone ativada e interage com algum desses aparelhos, por exemplo, essa informação é registrada. O mesmo caso permite conexão com seu perfil em uma rede social.

Essas informações podem ser analisadas em conjunto com outros fatores, como temperatura e tráfego. Dessa maneira, você consegue descobrir detalhes sobre o público que frequenta um local, além de encontrar necessidades ou dores que podem ser preenchidas com a campanha certa.

Isso torna possível, por exemplo, ter diferentes conteúdos DOOH em estações de metrô localizadas em pontos distintos da cidade. Por outro lado, regulações como a LGPD (Lei Geral de Proteção aos Dados Pessoais) podem limitar o avanço dessa tecnologia, evitando a exibição de anúncios de cunho muito pessoal.

Estima-se que a prática conhecida como programmatic media buying também cresça consideravelmente. Essa prática consiste na compra de anúncios que podem rodar tanto na tela do smartphone quanto em um ponto de DOOH. 

Além da compra, a análise de resultados e a otimização na distribuição de anúncios – na qual mais recursos são enviados para o formato que está dando mais resultados – também se daria na mesma interface, simplificando o processo. 

A integração entre DOOH e dispositivos móveis já vem acontecendo, mas espera-se uma expansão considerável nos próximos anos. A única preocupação e uma possível limitação são os regulamentos acerca da privacidade dos dados, como a LGPD, mencionada anteriormente. 

No entanto, é interessante que essas regras existam, de maneira a não causar constrangimentos ao público, o que poderia se converter em ações legais.

Participar da transição para o meio digital é necessário

Como mostramos ao longo do artigo, é inevitável: o digital se tornará o padrão nos próximos anos. Em cidades como Londres, isso já é uma realidade. Mais possibilidades de conteúdo, maior poder de atrair a atenção do consumidor, facilidade na análise de resultados, além da integração com smartphones e outros tipos de dispositivos móveis são alguns dos motores dessa transição do analógico para o digital.

Vale lembrar que algumas recomendações do OOH também servem para o seu formato digital. Ainda é necessário conhecer os pontos onde irá distribuir seus anúncios, o público que trafega por esses locais e desenvolver uma estratégia para maximizar seus resultados.

Quer saber mais sobre o OOH? Então entre em contato com os nossos especialistas! Temos a experiência e o conhecimento necessário para criar campanhas incríveis!

Deixe seu comentário:

Veja Também

Como fazer um briefing perfeito para sua campanha

O briefing é uma etapa fundamental na hora de planejar as campanhas publicitárias de uma marca, mas você sabe como fazer um briefing e por quê ele é tão importante?  […]

2021 e o OOH: tendências de marketing para sua campanha

O mundo da comunicação é um dos que mais muda com o tempo. A cada alguns meses é possível identificar novas referências e tendências de marketing que vão surgindo e […]

Tipos de segmentação: seja assertivo em suas campanhas

Os tipos de segmentação são cada vez mais utilizados na publicidade para criar campanhas assertivas. Com o uso de dados geográficos, demográficos, comportamentais e até mesmo psicológicos, é possível entender […]